All posts in Notícias/Informação

Clubhouse: O que é essa nova rede social e como funciona?

 

Lançada há menos de um ano, em Abril de 2020, em plena pandemia,  a nova rede social Clubhouse rapidamente ganhou popularidade com o aporte de 12 milhões de dólares para suas operações e usuários ilustres como Elon Musk e Bill Gates. Sua avaliação em Janeiro de 2021 atingiu impressionantes 1 bilhão de dólares, de acordo com o The Information.

No Brasil, empreendedores e profissionais que exploram marketing e inovação são os desbravadores deste novo território. O Clubhouse é uma nova rede social para ficar de olho, pois é uma nova plataforma para construir a sua reputação como marca pessoal. Sim, vamos falar a seguir sobre esta tendência de marcas pessoais a seguir, continue conosco!

O que é Clubhouse?

O aplicativo funciona no maior estilo rádio: tudo ao vivo com programações de cada produtor de conteúdo e nada fica salvo após a sessão de cada sala. Uma espécie de podcast mais espontâneo, com participação de convidados e sem edições. É possível fazer uma agenda personalizada e receber alertas sobre as próximas salas – de acordo com os seus interesses e com as pessoas que segue.

Como entrar?

Até agora, o aplicativo está disponível apenas para dispositivos iOS. Existem boatos sobre o lançamento para versão Android ainda em março deste ano, mas nada oficial foi declarado pela Alpha Exploration Co, empresa proprietária do Clubhouse, apenas que o desenvolvimento se iniciou em Janeiro.

Além disso, é necessário receber um convite de alguém que já esteja na rede para criar o seu usuário, caso contrário, você entra em uma fila de espera. Nesta fila de espera, os seus contatos que estiverem entrando na rede podem te ver na fila e “puxar para dentro”.

Como funciona o Clubhouse?

Você também pode agendar e convidar pessoas para as suas próprias salas. As salas são definidas por temáticas ou abertas por usuários, principalmente, autoridades do mercado. Dentro das salas, existem ouvintes, ou “listeners”, os “speakers” . A sua bio pode ser editada de forma semelhante ao Instagram e você pode criar uma sala a qualquer momento, de forma independente.

As salas, que comportam até cinco mil pessoas em nome de manter a exclusividade dos grupos, podem ser restritas aos seguidores, abertas ao público ou privadas. A duração das conversas é pré-determinada e há moderadores que auxiliam na dinâmica da conversa, controlando quem pode falar.

A primeira sala brasileira sobre Marketing, foi criada pelo copywriter João Bogado, ex-Empiricus e Reserva, o Café com Marketing, acontece todos os dias às 8h. Um exemplo bem sucedido que ilustra bem um possível formato de sala dentro da rede social: um conteúdo que parece o novo programa de rádio matinal, para se ouvir no carro a caminho do trabalho.

É possível seguir interesses, pessoas e ativar notificações bem como no YouTube ou Instagram. No seu perfil inicial, o contato que indicou fica registrado publicamente como anfitrião. Como novo usuário, você tem direito a dois convites, que devem ser usados com responsabilidade, pois a qualidade dos indicados afeta a sua reputação dentro da plataforma.

É sobre pessoas.

A adesão de Mark Zuckerberg junto a nomes de peso não poderia atrair mais atenção à rede, o Clubhouse conseguiu convergir um grupo de formadores de opinião impossível de ser ignorado. No ecossistema da rede, ainda não se percebe um apelo de marcas, como no Facebook e Twitter, por exemplo.

O foco de toda a experiência ainda está nas pessoas, como no começo das redes sociais mais bem sucedidas. Assim sendo, este é um espaço para se conectar a nível pessoal, ainda que os negócios e empresas estejam em pano de fundo. Os usuários aqui devem ser embaixadores de suas empresas e advogados de sua autoridade antes de promoverem uma marca.

Bem como a opinião das primeiras celebridades usuárias trouxeram boa parte dos mais de  2 milhões de usuários do Clubhouse, a sua também é bem vinda. A conexão aqui é sobre valores, estilo de vida e trajetórias pessoais, os negócios serão consequência disso. É espaço para construir sua reputação, gerar provas sociais e trabalhar sua autoridade profissional.

Quem seguir?

De grandes investidores e empreendedores como Bill Gates, Tallis Gomes da Easy Taxi a grandes nomes do entretenimento como Anitta e Oprah Whinfrey, a diversidade vem com a versatilidade do formato de podcast ao vivo. As salas podem trazer dicas de neurociência, serem salas de paquera e verdadeiros pitchs para startups. Explore os seus interesses e pesquise por pessoas relevantes no seu nicho para não perder estes conteúdos.

Timing perfeito

Levando-se em consideração que no início de 2020, mais de 50% dos adultos americanos já utilizam comandos de voz, há uma familiaridade e predisposição de hábitos do usuário para consumir ainda mais formatos de áudio.

A rede criada por Paul Davison e Rohan Seth, ambos ex-Google, cresceu 525% em buscas entre o fim de Janeiro e início de Fevereiro. Realmente parece que tudo está conspirando a favor desta tendência!

Quais as oportunidades para sua empresa?


Listamos 4 benefícios para você aproveitar a rede para sua marca pessoal e empresa:

1.Lições com as Referências de Mercado

Entenda suas principais estratégias, tenha outra perspectiva sobre o mercado mundial e projeções para os próximos trimestres. Assimile os insights de especialistas dentro da sua realidade e ganhe competitividade.

2. Trabalhe sua Autoridade

Explore temas relacionados à sua especialidade e campo de atuação, seja como participante ou como anfitrião de uma sala. Reforce a sua relevância dentro do seu mercado e se destaque com o compartilhamento dos seus conhecimentos.

3. Networking

Reserve períodos semanais para participar de salas, seja como ouvinte ou orador. Se conecte com pessoas da sua área e se posicione pessoalmente e com a sua empresa, abrindo caminho para novos aliados e parceiros.

4. Desenvolva sua Comunidade

Seus seguidores podem se tornar co-criadores de seus produtos com insights valiosos e sugestões para a sua estratégia. Além da troca de conhecimentos e feedbacks, explore outros interesses em comum com a sua marca e serviços.

Lembre-se de que em qualquer estratégia, você deve estar alinhado com todos os outros canais da sua empresa e marca pessoal, ok?

Pronto para entrar nessa? Aliás, já recebeu o seu convite?

Há um ano, precisamos nos reinventar com ainda mais profundidade e explorar novas linguagens para manter a nossa comunicação de marca e presença de mercado. É por isso que nós reunimos esforços para este desafio juntos.

Conheça as opções de Comunicação em Telas da 4YouSee o que elas podem trazer para o seu negócio com um de nossos Consultores, clicando aqui!

Até breve com mais conhecimentos da nossa empresa para a sua.

SeeYou!

 

Benefícios do Pix para a sua empresa

Certamente você já ouviu falar do Pix. Mas pode ser que ainda esteja inseguro e não conheça a dinâmica dessa ferramenta poderosa para as suas vendas. Entenda como você pode utilizar e criar maior comodidade para o seu cliente!

O que é o Pix?

O Pix é uma solução de pagamento instantânea em que a quantia paga é disponibilizada ao recebedor em poucos segundos. Semelhante ao tradicional TED (Transferência Eletrônica Disponível), já ofertada pelos bancos desde 2002. A grande vantagem é a gratuidade para Pessoas Físicas pagadoras, diferente da TED, que pode chegar a custar R$20,00 por operação.

Vários países já possuem serviços comparáveis ao Pix, como por exemplo o IBAN europeu. Por aqui já era possível realizar esse tipo de transação via aplicativos como o PicPay, mas a versão criada pelo Banco Central promete democratizar rapidamente os pagamentos digitais diretos. Inclusive, também para pessoas que não possuem conta bancária. O Pix é obrigatório para todas as instituições financeiras com mais de 500 mil clientes.

Como funcionam os pagamentos?

Após a empresa se cadastrar com a chave de sua preferência, ela poderá gerar cobranças através de links e QR code. A segurança das transações é garantida pela senha de cada usuário dentro dos próprios aplicativos financeiros e as transações também serão criptografadas. Simples e com taxas reduzidas ou mesmo, gratuidade.

Como funciona o Pix para as empresas?

Os custos e agilidade são os primeiros benefícios que chamam a atenção dos empresários. Mas muito além dessas vantagens diretas, e principalmente neste momento onde o mercado digital está muito aquecido, o Pix é uma oportunidade de alavancar as suas vendas. Adotar este meio de pagamento aumenta a sua competitividade e disponibilidade, pois as transações não são limitadas a horários como nos serviços bancários convencionais.

Para Pessoa Jurídica, o custo de recebimento é diminuído drasticamente por não haver intermediários. O Banco Central divulgou que o Pix custará aos bancos menos de R$0,01 por operação, enquanto a TED unitária custa atualmente, R$0,07. O preço varia de acordo com a instituição financeira, e vale lembrar que algumas estão prometendo gratuidade para atrair mais usuários.

Lilian Teixeira, do nosso financeiro, relata sobre a experiência com o Pix aqui na 4YouSee: “tivemos economia nas transações de transferências e nosso processo de pagamentos e recebimentos foram otimizados. Ganhamos um bom tempo na execução dessas atividades”. 

A sua empresa está apta para receber pagamentos via Pix através de seu próprio banco ou serviço bancário, dentro do mesmo canal, é possível habilitar a nova modalidade de pagamento. Isso ocorre através de uma chave, que é o seu número de identificação. Ele pode ser o CNPJ, telefone ou uma sequência aleatória gerada automaticamente.

Quais as vantagens de usar o Pix?

pix
Referência: Banco Central

Ao aderir a esta novidade, a sua empresa se posiciona estrategicamente como pioneira e oferece mais comodidade para o consumidor, eliminando barreiras como a diferença entre o banco do cliente e o seu. 

É importante entender que a experiência do cliente passa por melhorias significativas em um ponto de contato delicado, o pagamento. Além da percepção de modernidade e eficiência que a ferramenta confere ao seu negócio, descomplicar o pagamento traz fluidez e estímulos positivos em relação à compra.

Lembrando que incentivar o uso do Pix como alternativa de pagamento é interessante também para reduzir os seus custos operacionais. Uma solução “ganha-ganha” para o comprador e o vendedor para impulsionar o varejo significativamente, não perca esta oportunidade!

Como comunicar o Pix na sua empresa?

Para garantir o sucesso das suas operações via Pix, é importante informar sobre o funcionamento e ressaltar os benefícios atrelados. Posicione a praticidade e incentive o uso para pagamentos baseados na praticidade e rapidez. Lembre-se que esta é uma oportunidade de aprimorar a experiência dos clientes.

Apresente a novidade, popularize o nome Pix dentro dos seus atendimentos e comunicados. Disponha-se a conduzir o cliente com proximidade e entusiasmo no uso da ferramenta. Afinal, a inovação inclui mudanças na jornada do seu cliente e agrega valor transformador para que ele consuma também outros produtos. 

Destaque-se na competitividade e encante o seu cliente com pioneirismo, agilidade e uma entrega que ultrapassa a relação com a sua empresa e o leva a explorar esse novo método de pagamento que promete se difundir rapidamente. 

E aí, já está usando o Pix no seu negócio?
Até breve, com mais conhecimentos da nossa empresa para a sua!

O que é a LGPD e como aplicar na sua empresa?

LGPD

As questões que envolvem o uso e manipulação de dados eclodiram com os sucessivos escândalos de vazamento de informações relacionados ao Facebook e outras empresas de tecnologia. A regulamentação do uso destes é um desafio para os especialistas jurídicos e de tecnologia em vários países, mas se faz urgente para garantir a boa conduta e transparência sobre como estes são utilizados pelas empresas.

Para esclarecer sobre esta nova regulamentação que tange os dados e informações dos seus clientes, nós da 4YouSee, convidamos a advogada Rebeca Duarte, coordenadora do escritório Grossi Law, em Belo Horizonte. Neste artigo, vamos trazer de forma clara e objetiva as dúvidas mais pertinentes sobre o tema. Entenda a importância da lei e como ela afeta a sua empresa!

O que é LGPD?

A Lei 13.709/2018, Lei Geral de Proteção de Dados, LGPD, foi criada para estabelecer os princípios e regras que devem ser observados pelas instituições públicas e privadas em relação aos dados pessoais de seus usuários. Segundo Rebeca Duarte, as informações tratadas por Pessoas Físicas, sem fins comerciais, não possuem previsão de aplicabilidade da lei, como demandas acadêmicas, jornalísticas e demográficas.

O objetivo da lei é garantir mais transparência no tratamento das informações e boas práticas dentro das instituições para que os consumidores tenham seus dados pessoais protegidos. A sensibilidade dos dados englobados pela lei diz respeito não apenas sobre como a pessoa pode ser identificada através dos mesmos, mas também incluem: posicionamentos políticos, registros médicos, relações de parentesco, opiniões pessoais, preferências de consumo e geolocalização.

O tratamento dessas informações inclui desde a coleta até as relações de classificação, acesso, armazenamento, controle, direcionamento e processamento por parte das instituições. A lei já entrou em vigor, e as empresas que não estão dentro das suas diretrizes podem ser sancionadas com processos e multas a partir de Agosto de 2021.

Como funciona a LGPD?

Através da Lei Geral de Proteção de Dados, o consentimento e a autorização explícita do uso das informações fornecidas pelo consumidor se fazem necessários sob qualquer circunstância. Já os dados de Pessoas Jurídicas, como CNPJ, endereço e outros não estão incluídos nesta regulamentação. 

Para assegurar maior controle de informações sensíveis, também é garantido ao indivíduo, o direito de solicitar à empresa o acesso aos seus próprios dados em um prazo de até (15) quinze dias. Além disso, se solicitada a remoção dos mesmos dentro do sistema da empresa, a mesma deve comprovar sua exclusão ao cliente.

O tratamento de dados pessoais fica condicionado à autorização expressa do usuário, para o cumprimento de obrigações legais como contratos e processos judiciais e administrativos que se sobreponham à LGPD. Nestes casos, vale a pena certificar-se com uma consultoria especializada.

Quem fiscaliza a LGPD?

Segundo Rebeca, quem fiscaliza o cumprimento da LGPD é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) – órgão criado para fiscalizar o cumprimento da lei, zelar pela proteção de dados pessoais, elaborar diretrizes e também aplicar as sanções em casos de irregularidades.

Quando comprovadas infrações, as empresas podem ser advertidas e o não cumprimento da lei pode levar à multa diária. As multas podem chegar a até 2% (dois por cento) do faturamento da empresa, com o teto de até R$50.000.000,00  (cinquenta milhões de reais). As reclamações devem ocorrer junto ao PROCON, seja individualmente ou por conjuntos de consumidores afetados. 

Como as empresas devem se adequar à Lei?

Para estar em conformidade com a legislação brasileira e internacional, em respeito a seus clientes e parceiros comerciais, as empresas devem incluir algumas boas práticas em seus processos, especialmente no que diz respeito a cadastros como a captação de leads. 

Confira algumas das principais considerações que podem impactar sua empresa, principalmente em sua estratégia digital:

1.É necessário legitimar a coleta dos dados pessoais, com consentimento categórico e ativo por parte do consumidor é o primeiro passo. Assim, a empresa garante que os dados foram adquiridos de forma legal, clara e com autorização para o uso;

2. A publicidade segmentada também será afetada, principalmente pelo Facebook, pela solicitação da permissão dos usuários para a utilização de seus dados, dando ao mesmo a possibilidade de recusa.

3. Se sua empresa utiliza cookies para direcionar a experiência do usuário, entende-se que ela é a controladora dessas informações e é responsável pelos mesmos. Como nos casos anteriores, é necessário informar e pedir autorização ao usuário para garantir conformidade com a agência reguladora.

4. O armazenamento de dados deve ser assertivo e organizado, afinal, ele envolve responsabilidade e pode ser solicitado pelo consumidor a qualquer momento, conforme descrito. Ter muitos dados não significa ter muitas informações relevantes, logo as empresas devem se qualificar ainda mais para tirar melhor proveito dos mesmos.

Em relação as transformações do mercado e sociedade, que vão além da recente regulamentação, Rebeca comenta:

 

As empresas terão de realizar grandes mudanças em seus procedimentos, preencher todas as lacunas normativas, modificar seus processos internos e externos. Além disso, é essencial que ocorra uma mudança de cultura em relação ao tratamento e ao titular de dados. Os dados pessoais têm um valor inimaginável para as empresas e utilizá-los de forma contrária à lei pode significar grandes prejuízos às empresas, não apenas financeiros, mas da imagem da empresa  perante a sociedade.”

 

Um efeito colateral interessante da Lei Geral de Proteção de Dados para a comunicação e publicidade de empresas, é o direcionamento para estratégias de conteúdo mais sofisticadas que vão além da compra de tráfego direcionado por segmentação e leads.

Os disparos massivos feitos em cima destes dados estão com os dias contados, seja por questões regulatórias ou mesmo pela  falta de assertividade e conexão com o consumidor. 

Para melhorar as suas estratégias de conteúdo neste novo cenário, acesse nosso artigo sobre as Tendências 2021 que a 4YouSee mapeou, incluindo a relação entre empatia e a privacidade de dados.

Fique atento!

É importante frisar que este conteúdo busca trazer um panorama geral para auxiliar na compreensão dos conceitos mais amplos acerca da LGPD, seus objetivos e diretrizes gerais.

Apenas um advogado pode aconselhar a sua empresa em detalhe, e recomendamos fortemente que um profissional de sua confiança seja acionado para garantir o cumprimento da lei. Consequentemente, uma relação de maior confiança entre a sua marca e o seu cliente, pautada no respeito à privacidade e segurança.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para a sua empresa! Fique de olho em nossas postagens por aqui e em nossas redes sociais!

Janeiro Branco: Iniciar o Ano com Saúde Mental

A campanha do Janeiro Branco pode não ser tão popular quanto o Outubro Rosa ou o Novembro Azul, dos quais já conversamos nos artigos: Outubro Rosa – Nós apoiamos a luta contra o câncer de mama e Por que comunicar o Novembro Azul na sua empresa?.

Mas sem dúvidas, traz uma temática muito em evidência nos últimos tempos: a Saúde Mental. Com os crescentes índices dos episódios de burn-out entre os profissionais, pelo excesso de informação, acúmulo de funções decorrentes de equipes mais enxutas e o próprio tabu que paira sobre as questões que envolvem avaliações e tratamentos mentais, a campanha é oportuna e assertiva para ações de endomarketing. Principalmente dadas as novas dinâmicas de trabalho impostas pelo isolamento social. 

Orientada pelo lema “todo cuidado conta” neste ano, no site institucional desta campanha – desenvolvida por um grupo de psicólogos estabelecidos em Uberlândia (Minas Gerais) –  encontramos a justificativa que explica sobre o mês escolhido e a abordagem para conscientização deste assunto: 

Porque, no primeiro mês do ano, em termos simbólicos e culturais, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais.

E, como em uma “folha ou em uma tela em branco”, todas as pessoas podem ser inspiradas a escreverem ou a reescreverem as suas próprias histórias de vida.

A intenção de trazer leveza e agir com proatividade diante deste assunto delicado para a maioria é bem articulada entre o grupo de profissionais da saúde idealizadores. No site da campanha, é possível encontrar o vídeo oficial e materiais promocionais, como banners, bottons panfletos e postagens prontos para o download e uso interno. Confira em: Janeiro Branco .

É interessante perceber que o Janeiro Branco não promove apenas a Saúde Mental, mas também inclui a Saúde Emocional, trazendo uma nova dimensão de reconhecimento da importância do nosso bem estar como um todo e não apenas fisiológico. A abertura para o diálogo neste mês sobre a qualidade de vida psíquica chega em sua oitava edição neste ano, acompanhando as tendências de valorização e práticas que fomentam a felicidade dentro das empresas e no âmbito pessoal. A psiquiatra Emanuella Halabi, em entrevista à Agência Brasil, fala sobre a necessidade de incentivar as pessoas a buscarem ajuda profissional e investirem em tratamentos mentais sempre que necessário, quebrando as barreiras do constrangimento e estigma diante do tema.

A campanha é difundida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e ganhou reforços especiais no atual cenário da pandemia, pois uma quarta onda de doenças mentais é prevista pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em decorrência das restrições da nova rotina de distanciamento social. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), estima-se que 5,8% da população brasileira é depressiva e que somos o país com a maior prevalência dos transtornos de ansiedade, que atinge impressionantes 9,3% da população. Mais dados relacionados entre a depressão, ansiedade e os impactos do Covid-19, podem ser vistos no artigo completo da Agência Brasil: Janeiro Branco alerta para importância de cuidados com a saúde mental.

Estes indicadores refletem diretamente na produtividade e mesmo na nossa economia, uma vez que essas doenças são potencialmente incapacitantes, demandam afastamentos e impactam todos os indivíduos em torno do paciente. Ainda vale ressaltar que os processos mentais são graduais, e que devemos manter uma postura vigilante e preventiva frente ao stress, garantir a prática de atividades saudáveis de lazer e manter uma rotina de exercícios físicos consistente, ainda que leves. Os profissionais de saúde também recomendam evitar, principalmente durante a pandemia, o abuso de álcool, cigarros e substâncias psicoativas, que podem agravar quadros de ideação suicida e situações de violência, sobretudo em relação às mulheres – os casos de violência contra a mulher aumentaram 40% em 2020, segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. 

O acolhimento também é uma parte importante na luta contra o preconceito e agilidade na busca de atendimentos e tratamento adequados. Ainda que com o distanciamento social, ações afetuosas e de afirmação da vida em vias práticas sejam dificultadas, conversas via meios digitais que tragam tom amigável, empatia e ausência de julgamento são essenciais para lidar com possíveis afetados. Não culpabilize o indivíduo pelo sofrimento ou minimize sua dor, ofereça auxílio e apoio para lidar com o momento e cerque-se de ajuda profissional sempre necessário. Como muito bem destaca a campanha: Todo cuidado conta.

Até breve e cuidem-se!

Agenda de Eventos para Digital Signage 2021

Para qualquer setor, os eventos de referência são sempre uma parte importante para guiar as empresas e profissionais da área. Neles são apresentadas inovações, casos exemplares de grandes marcas, fornecedores e clientes

Em 2020, os cancelamentos foram massivos e poucos dos eventos que migraram às pressas para o online conseguiram encantar o público com a experiência. Para este ano, podemos esperar mais algumas experiências online também, mas já ao redor do mundo, alguns eventos retomam suas edições presenciais. Depois de apresentarmos as 5 tendências de maior destaque para 2021, que vale muito a pena conferir, destacamos os principais eventos deste ano para o Digital Signage!

ASIA PRINT EXPO
Bangkok, Tailândia
1 de Fevereiro
Site oficial: https://www.asiaprintexpo.com/welcome 

O mais importante evento da Ásia voltado para a indústria de impressão e sinalização, organizado pela FESPA, uma associação gráfica internacional com mais de 55 anos de atuação como referência para o mercado. Uma oportunidade única que promete reunir os profissionais mais sérios e fornecedores de nível global.

FESPA BRASIL
São Paulo, Brasil
17 a 24 de Março
Site oficial: https://www.fespabrasil.com.br/ 

A maior data nacional com números impressionantes, os organizadores reportam que 87% de sua audiência está envolvida em processos de compra. A feira retorna ao seu endereço de outras edições em São Paulo, com seu histórico de mais de 80 expositores e 18 mil visitantes! 

ISA SIGN EXPO
Las Vegas, Estados Unidos
7 a 9 de Abril
Site oficial: https://www.signexpo.org/ 

O evento que teve sua edição inaugural em 1947, é uma feira bem comercial para equipamentos e soluções em impressão de grandes formatos, 3D, soluções em led e digital signage. Posicionada como ocasião de grandes lançamentos inovadores e de tecnologia mais avançada.

DIGITAL SIGNAGE SUMMIT ISE
Barcelona, Espanha
2 de Junho
Site oficial: https://digitalsignagesummit.org/ise/ 

A conferência europeia tradicionalmente promove debates sobre o negócio, a tecnologia e todo o cenário relacionado ao Digital Signage e DooH (Digital out of Home). É conhecida por formar opinião dos grandes profissionais. A sua edição será presencial e os organizadores defendem que mais do que nunca, é importante reunir a comunidade neste evento.

Em 2019, nosso CEO Joaquim Lopes participou de um painel da ISE, em Amsterdam. A sua apresentação foi sobre sensores combinados com IoT, conforme você pode conferir no artigo: A 4YouSee chega na Holanda, desta vez participando de um painel sobre sensores na ISE!

EUROPEAN SIGNAGE EXPO
Amsterdã, Holanda
12 a 15 de Outubro
Site oficial: https://www.fespaglobalprintexpo.com/ 

A FESPA é uma federação global que reúne 37 associações do ramo, e promove a FESPA Global Print Expo 2021 e a European Signage Expo, que serão co-localizadas. É a maior exposição da Europa de sinalização não impressa e comunicações visuais. O evento conecta todas as pontas, dos fabricantes aos prestadores de serviços e clientes finais.

Além destes eventos, como meio de alargar o networking e trazer insights diversos, destacamos outros três eventos de comunicação, inovação e multimídia que complementam as áreas de conhecimento do Digital Signage:

TECNOMULTIMÍDIA BRASIL
São Paulo, Brasil
13 de Maio
Site oficial: https://brasil.tecnomultimidia.com/

VTEX DAY
São Paulo, Brasil
31 de Maio a 1 de Junho
Site oficial: https://vtexday.vtex.com/

INFOCOMM
Orlando, Estados Unidos
12 a 18 de Junho
Site oficial: https://www.infocommshow.org/ 

Reserve espaço na agenda para acompanhar os eventos e conheça mais sobre o mercado de Digital Signage e as soluções que ele pode trazer para a comunicação da sua empresa.

Até breve!

Como preparar sua loja e aumentar a lucratividade na Black Friday 2019

Desde 2010, a Black Friday, já muito tradicional no Estados Unidos, vem se tornando uma data cada vez mais popular no comércio brasileiro. Muitas pessoas esperam o dia chegar para aproveitar as promoções dos produtos. A crescente onda de e-commerce também ajudou a fomentar a participação das lojas brasileiras.

Leia mais

A marca latino-americana de Digital Signage mais usada!

A revista AVI publicou uma pesquisa realizada com os 50 Top Integradores de Digital Signage da América Latina. A 4YouSee foi eleita uma das plataformas de Digital Signage mais usadas da região e a maior marca de origem latino-americana.

Leia mais

4YouSee estreia nova cara!

Na 4YouSee sempre estamos trabalhando para melhorar nosso serviço, entregando mais benefícios e praticidade, dessa vez fizemos algumas melhorias na nossa plataforma, obrigado pela sua preferência!

Leia mais

As mais recentes novidades tecnológicas de Digital Signage que vimos na China

Em março deste ano, um dos nossos diretores esteve na República Popular China, exatamente em Guangzhou, onde aconteceu a ISLE 2019. A Exposição Internacional de LED e Sinalização (ISLE – sigla em inglês) é um dos eventos mais importantes no segmento de LED e deu as boas-vindas para mais de 1800 empresas, integradores e anunciantes.

Leia mais

4YouSee na InfoComm 2019

Sobre a InfoComm

É a principal feira da indústria de áudio, vídeo, iluminação, automação e sistemas profissionais integrados realizada no Brasil. A feira apresenta aos visitantes os avanços tecnológicos em AV e reúne os principais fabricantes mundiais, bem como distribuidores regionais e nacionais, incluindo também empresas integradoras. A feira reúne em três dias tudo o que de melhor e mais moderno o mundo de áudio, vídeo, automação e digital signage tem a oferecer.

Leia mais