Desde 2010, a Black Friday, já muito tradicional no Estados Unidos, vem se tornando uma data cada vez mais popular no comércio brasileiro. Muitas pessoas esperam o dia chegar para aproveitar as promoções dos produtos. A crescente onda de e-commerce também ajudou a fomentar a participação das lojas brasileiras.

O sucesso e o crescimento da data são evidentes. Somente no ano passado, a Black Friday alcançou 2,41 milhões de consumidores, segundo dados da Nielsen, um aumento de 9% comparado a 2017. O e-commerce é o maior canal de vendas da data, em 2018, os pedidos aumentaram em 23%, chegando a faturar 2,6 bilhões de reais, e a previsão para 2019 é ainda maior.

Em suma, a Black Friday atinge um grande número de pessoas e pode aumentar bastante as vendas e a lucratividade da loja. Mas, para atender a essa demanda, é necessário um bom planejamento e campanhas de comunicação efetivas.

Planejamento

Assim como você, muitas lojas também estarão buscando formas de atrair mais clientes e venderem os seus produtos. Os preços de todo o varejo estarão atrativos, então, qual será o seu diferencial?

Toda a campanha de divulgação dos descontos deve ser pensada com antecedência. Deixe os produtos que estarão em promoção com mais exposição, mande e-mails para os clientes cadastrados e capriche no visual das peças publicitárias. 

Muitos clientes pesquisam por produtos com preços melhores, então deixe suas vantagens evidentes. Que tal oferecer uma garantia estendida em um produto comprado na Black Friday? É um benefício que com certeza encherá os olhos dos clientes.

O planejamento também inclui o estoque dos produtos. Garanta que a loja tenha todos os produtos ofertados para serem vendidos em larga escala. Seria muito frustrante para o cliente ter um produto que ele esperou para comprar indisponível no estoque. 

Pense na organização da loja

Esteja preparado para receber um grande número de pessoas na sua loja. Portanto, os produtos precisam ser bem organizados para que, mesmo com a loja cheia, todos os visitantes consigam visualizar os preços. Cartazes são boas opções, mas, se usados em excesso, podem poluir o ambiente da loja.

Tente organizar de uma forma que os produtos com descontos melhores e mais procurados estejam em evidência. Neste caso, um display poderia ser usado em favor do seu negócio. As telas são atraentes e, através delas, você poderá exibir promoções e outras informações importantes para o dia.

Além de displays, outros materiais podem ser usados para garantir uma comunicação eficiente no dia das promoções. Alguns são bem simples e podem fazer a diferença na rotina da empresa e melhorar a experiência dos clientes.

Não se esqueça do e-commerce

Como já dissemos, os canais de e-commerce possuem uma grande adesão à campanha. Portanto, se sua empresa trabalha com vendas online, garanta que o site não terá problemas caso muitas pessoas acessem simultaneamente. Da mesma forma que é feito na loja física, faça no site. 

Um outro ponto sobre as vendas online: prazos. Esperar um produto chegar pode ser bem irritante para as pessoas mais ansiosas. Nessa época, as transportadoras podem ficar sobrecarregadas com tantas encomendas, então garanta que seus clientes estejam cientes do prazo de entrega e sobre eventuais atrasos para que não tenham algum problema relacionado a demora posteriormente.

Redes Sociais

Criar interações em redes sociais é uma ótima forma de manter engajamento do público com a sua campanha. Causar uma certa expectativa nos clientes é uma estratégia para fazer isso acontecer.

Neste ano, a Casas Bahia, rede varejista de móveis e eletrodomésticos, realizou uma campanha de engajamento com o público para mantê-los atentos até o dia da Black Friday. Desde o início do mês de novembro, a cada 24 horas a empresa divulga uma nova promoção através do site e do aplicativo da loja. Essa foi uma forma de garantir o engajamento para a data e atrair mais pessoas para o aplicativo, que promete ofertas exclusivas. O site também ganhou um temporizador para contar os dias que faltam para a Black Friday.

A antecipação das ofertas nessa época, já faz parte das campanhas publicitárias das empresas. Os cupons de desconto podem ser usados para gerar interações nas redes antes do dia chegar. Um cupom liberado depois do usuário compartilhar o mesmo com os amigos, por exemplo, seria uma boa forma de atrair mais pessoas e mantê-las de olho nas promoções da loja. 

Promoções relâmpago

Essa é uma estratégia que pode ser usada no dia da Black Friday. Imagine uma loja com um grande número de pessoas, em determinado momento uma nova promoção de um produto é anunciada através de uma tela ou de caixas de som. Por já estarem dentro da loja, muito clientes não vão querer sair sem aproveitar essa oportunidade.

No caso dos displays, a empresa que conseguir veicular promoções de maneira rápida e simples em todas as telas que possuir na loja, terá uma grande vantagem para colocar essa estratégia em prática. Para isso, é essencial contar com um sistema que faça todo o controle das informações que aparecerão nas telas, de forma remota. Pode parecer trabalhoso, mas o retorno dessa estratégia será positivo para o seu negócio.

Não descuide dos clientes no pós-venda

O Procon, Serviço de Proteção e Defesa do Consumidor, recebe diversas reclamações referentes a data. Mas a propaganda enganosa lidera a lista de reclamações. Pelo alto volume de vendas, é esperado que esses problemas aconteçam. Outras ocorrências como  prazos de entrega, produtos com defeito, trocas, entre outros, também podem surgir. É muito importante que a empresa esteja atenta e disposta a solucionar todos os eventuais problemas que surgirem durante este período. 

Com um bom planejamento e estratégias pré-definidas, qualquer lojista pode conseguir ganhar destaque e aumentar a lucratividade durante a Black Friday. Essas dicas são essenciais e farão a diferença durante a promoção.

Ao fim da campanha, faça uma análise dos resultados. Veja o que deu certo e o que deu errado, para ver se a empresa realmente estava envolvida em aumentar o faturamento com a data. E o mais importante: corrija os erros para o próximo ano e reinvente-se.