Em junho de 2017, foi registrado que 26,3% da população mundial usa o Facebook. Isso significa que praticamente 1 a cada 4 pessoas no mundo estão ativas na rede social.

Assim como grande parte das redes sociais, o Facebook oferece um espaço para as pessoas interagirem de várias formas, desde um post escrito até uma transmissão ao vivo com os seus seguidores.

Essa situação fez com que o nosso comportamento mudasse diante de tudo, pois já não consideramos suficiente apenas receber uma informação sem um espaço para contestar, explorar e discutir o que recebemos.

A partir disso, o conteúdo interativo para digital signage surge com o intuito de se adaptar a esse cenário e permite que o público construa junto à marca uma estratégia eficaz, atraente e dinâmica.

Entretanto, quando falamos de conteúdo interativo, vem na mente de muitas pessoas que esse tipo de estratégia não oferece tanto retorno e essas pessoas acabam deixando de conhecer as inúmeras vantagens que a interatividade é capaz de oferecer.

Pensando nisso, criamos este post para convencer de que usar o conteúdo interativo no seu projeto de digital signage traz vários benefícios. Confira:

O conteúdo interativo reforça o nome da sua marca

O processo de criação de conteúdo para digital signage precisa ser bem elaborado, já que  ele é o próprio reflexo do que a sua empresa é e de como ela se relaciona com os seus clientes.

Então, se você busca mostrar para o seu público que é uma empresa diferenciada e próxima do seu cliente, só exibir repetidamente o nome da marca com o mesmo tipo de conteúdo não vai convencer o consumidor disso.

Promover um jogo, oferecer mapas interativos ou criar um ambiente mais divertido por meio deste conteúdo são exemplos de estratégias que oferecem uma experiência dinâmica e original ao público e, ao mesmo tempo, divulgam a sua marca.

Além disso, ao escolher uma estratégia que inclua conteúdos interativos, você não só oferece uma proposta inovadora e divertida ao seu cliente, mas também mostra que sua empresa está atenta às tendências de comportamento e inovação tecnológica.

Se o conteúdo é interativo, ele é mensurável

Criar um conteúdo para digital signage é um desafio quando você não conhece bem os gostos e interesses do seu público. Com essa ideia, como é possível construir um material que esteja próximo dos seus objetivos e, o mais importante, de quem você quer atingir?

Ajustar o conteúdo é uma maneira para te deixar mais perto de causar um impacto positivo ao seu público. Por isso, são necessários muitos testes e observações até chegar aos detalhes que precisam ser alterados ou mantidos.

Observar o tempo em que as pessoas são entretidas, quando elas são atraídas e em que momento deixam de se entreter pela suas telas são os pontos principais para avaliar os efeitos da sua estratégia.

Com o conteúdo interativo esse processo fica mais simples, pois ele se aproxima do seu público, convidando-o para interagir com o conteúdo e gerando um feedback com métricas precisas para você, fazendo com que seja um atalho para chegar aos resultados de maneira muito mais prática se compararmos com outros tipos de conteúdo.

Mantém o público mais ligado às telas

Grande parte das sinalizações são colocadas em lugares onde as pessoas estão se deslocando, logo o tempo de olhar para as telas é muito rápido. Já com o conteúdo interativo, a história pode mudar.

Por isso, se a sua estratégia exibe uma proposta de interação, quem decide se vai acontecer essa relação é o próprio público. É ele que vai até a sua tela explorar as informações que você exibe, pois o conteúdo interativo incentiva e atrai para isso.

Para se ter uma ideia, separamos um exemplo de projeto de digital signage com conteúdo interativo. O chocolate KitKat promoveu jogos de dança com reconhecimento de gestos em pontos de ônibus, veja o resultado:

Esse exemplo mostra que até mesmo as pessoas que não estavam participando do jogo ficaram muito tempo envolvidas com a tela tentando entender a proposta que a KitKat construiu.

Além disso, a campanha não criou um jogo que falasse diretamente o nome da marca, mas construiu uma experiência única para as pessoas em volta. Assim, mesmo nos poucos segundos em que a marca foi exibida, o impacto no público é muito grande, justamente por causa da lembrança da boa experiência de interatividade com o conteúdo.

Apesar do conteúdo interativo oferecer várias vantagens, o que percebemos na prática é que ele ainda não é muito utilizado pelas marcas no Brasil. Isso faz com que seja uma novidade quando implantado, despertando a curiosidade de muitas pessoas.  

Como consequência, a sua marca estimula as pessoas a conhecerem a sua tela por uma proposta diferente, gerando uma relação espontânea do cliente com a marca.

O principal objetivo de um conteúdo interativo é instigar o público a explorar por mais informações e novidades. Como mencionamos ao longo desse texto, a forma como esse material vai ser entregue é bastante variada.

Mas, é importante focar em uma estratégia que seja convidativa e fácil de interagir, com uma interface amigável que permita o acesso à informação em poucos passos.

Independentemente do tipo de conteúdo, é importante lembrar que, para que seja eficaz e tenha um bom retorno sobre o investimento, é preciso sempre estar atento aos objetivos do negócio e aos anseios do público na hora de elaborar o seu projeto de conteúdo para digital signage.

E para reforçar esse conhecimento indicamos a leitura do e-book Estrutura de Conteúdo Para Digital Signage.