Viver sem olhar para alguma tela é praticamente incomum nos dias de hoje. Por isso, o Digital Signage é uma estratégia que está cada vez mais sendo adotada pelas empresas para ganhar visibilidade.

Porém, é ingênuo pensar que investir somente nas telas digitais vai ser suficiente para conseguir atrair e engajar o seu público. A partir do momento em que a informação exibida não é interessante para o cliente, a sinalização digital perde a sua função.

Por isso, o conteúdo é essencial para alcançar e cativar o público com inúmeras formas de conquistar essa aproximação. A partir dessa ideia, é preciso se questionar e avaliar alguns fatores no momento de criação de conteúdo para digital signage.

Aparentemente os aspectos que serão expostos neste post podem não ser uma novidade, mas ainda muitas pessoas acabam frustradas com o seu projeto de digital signage por não observarem esses fatores e, por consequência, terem poucos resultados positivos.

Pensando nisso, confira os principais elementos que devem ser levados em consideração na hora de criar um conteúdo para digital signage:

Tempo

De acordo com uma pesquisa da Microsoft, a média de tempo que uma pessoa consegue se manter concentrada em algo é de oito segundos, período de atenção menor que o observado no ano 2000, correspondente a 12 segundos.

Pesquisadores da Microsoft acreditam que esse resultado é uma adaptação ao cenário que estamos boa parte do tempo dos nossos dias fazendo várias atividades ao mesmo tempo por meio do smartphone.

Pensando nisso, o conteúdo para digital signage deve ser planejado para que o público compreenda a mensagem em poucos segundos, já que é comum a tela estar em lugares onde as pessoas estão se deslocando e ocupadas com outra atividade.

Um dos primeiros passos para facilitar a compreensão da mensagem é a legibilidade do texto. Dessa maneira, é muito importante prestar atenção na quantidade de texto utilizado e se o tamanho e cor da fonte ajudam ou atrapalham na leitura.

A cor da letra precisa ter contraste com o plano de fundo e o tamanho tem que ser ideal para leitura em diferentes ângulos. Apesar do texto transmitir a mensagem de forma direta, um aliado para um conteúdo mais atraente e simples é o uso de imagens.

O conteúdo visual, além de chamar mais a atenção, tem maior capacidade no reconhecimento da marca, uma vez que imagens são capazes de fixar 65% da informação na mente humana mesmo após três dias da visualização.

Dar prioridade a imagens simples e de alta resolução é garantia de que o seu projeto de digital signage terá as vantagens do uso de conteúdo visual e o seu público irá interpretar com muito mais facilidade a mensagem que você quer passar.

Melhor ainda se você explorar essa possibilidade em vídeos simples, que ajudem a explicar mais rapidamente a mensagem que se quer transmitir.

Cada formato de conteúdo oferece suas próprias vantagens, mas tudo depende de que maneira as pessoas vão reagir com a sua estratégia. Desse modo, escrevemos o próximo tópico sobre o principal juiz do seu conteúdo: o público!

Público

Alcançar várias pessoas com o seu projeto de digital signage é muito importante para autoridade da marca, mas será que a sua empresa está focando no público certo?

Se você busca engajamento com o seu público, um fator que sem dúvidas irá contribuir para alcançar o seu objetivo é a criação de um bom conteúdo para digital signage. Por isso, é essencial compreender quem você pretende atingir.

Cada tipo de conteúdo para digital signage oferece diversas vantagens quando implantadas, mas se seu público não se familiariza com o material escolhido, os benefícios prometidos não vão aparecer.

Por exemplo, é preciso observar os gostos e interesses de uma criança caso a empresa tenha um público predominantemente infantil.

Se em seu cotidiano a maioria das crianças são entretidas por meio de desenhos animados com riqueza de sons e movimentos, não faz sentido utilizar um conteúdo estático com textos e poucas imagens.

Portanto, é mais estratégico usar um material colorido e animado para engajar e atrair esse público. Por outro lado, um conteúdo com excesso de sons e cores chamativas não seria adequado para atrair uma audiência adulta, pois pode ser considerado cansativo e até mesmo incômodo.

Utilizar um conteúdo para digital signage adequado à sua audiência é um dos principais passos para criar engajamento do público com o seu negócio, mas até que ponto o mesmo material vai te ajudar no alcance do seu objetivo?  

Por esse motivo, a frequência com que seu conteúdo é exibido é um aspecto a ser pensado para sua estratégia. Confira:

Frequência

Quando o conteúdo para digital signage não é diversificado, a tela passa despercebida pelas pessoas e deixa de entreter, informar e, o mais importante, reforçar a sua marca.

Pensando nisso, leve em conta o tempo que o mesmo conteúdo é exibido na tela sem se tornar cansativo. Pois, uma vez que a pessoa já viu a mensagem, é pouco provável que volte o seu olhar para a sinalização se não houver uma novidade.

Vale lembrar que também há sinalizações em lugares de espera forçada, como consultórios, bancos e ônibus. Nesse caso, o conteúdo passa a ser uma oportunidade para manter as pessoas o máximo de tempo possível olhando para as informações da sua empresa.

Por isso, você precisa construir um conteúdo bem pensado e diversificado para ambos os tipos de ambientes, com o intuito de gerar autoridade para sua marca e aproximar o público da sua empresa.

Já é um desafio para as empresas criarem um conteúdo criativo e atraente para o público. Quando é necessário aumentar e diversificar o material da rede, isso pode se tornar um processo complicado e estressante.

Então, nesse último tópico trouxemos uma dica para melhorar a frequência e a qualidade do seu conteúdo.

Menos é mais

Contratar um bom software traz um leque de opções para construir um conteúdo rico e atraente para digital signage, mas isso não quer dizer que é preciso aproveitar todas as possibilidades em um mesmo conteúdo.

Usar várias ferramentas ao mesmo tempo, pode deixar a mensagem confusa dificultando na hora de diversificar o seu conteúdo.

Dessa forma, o ideal é distribuir o uso de opções em cada conteúdo para tornar mais fácil de interpretar, além de alcançar o cliente com a mesma mensagem de maneiras e em momentos diferentes do dia.

No digital signage, existe a discussão sobre a influência do conteúdo, é utilizada até a expressão “Conteúdo é Rei”. Entretanto, esse poder só tem valor quando é entregue qualidade e relevância da sua marca ao público.

Portanto, todos os elementos que destacamos aqui dão sentido à autoridade que o conteúdo tem sobre qualquer projeto de digital signage. Além disso, você deve estar sempre em busca de caminhos para melhorar a sua estratégia.

 

Quer aprender a administrar uma operação de Digital Dignage? Então clique aqui e assista nosso Webinar.