0 Compart. Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Compart. ×

Uma das grandes mudanças do mundo moderno é a forma como as marcas se comunicam com seus consumidores. A internet e outras tecnologias facilitaram o acesso a diverso tipos de informação. E com esse acesso imediato, até as marcas estão buscando marcar presença nos diversos canais onde se encontram seus clientes. 

Porém, a facilidade de acesso a todo esse volume de informações traz consigo uma consequência: a nossa capacidade de retenção de informações vem diminuindo. Hoje nossa capacidade de atenção é menor que a de um peixinho dourado. Justamente por isso é importante impactar o consumidor rapidamente e na primeira impressão.

A onda digital tem criado novos canais de comunicação, como as redes sociais, blogs, vlogs, etc, que, ano após ano, vem tomando mercado de meios mais tradicionais, como a Televisão, Rádio e meios impressos.

Da mesma forma, a digitalização da comunicação no ponto de venda vem mudando a forma como as marcas se comunicam com o consumidor. O Estudo Anual de Digital Signage, realizado na Espanha, estudou quais são os meios de maior impacto na comunicação com os consumidores de uma loja física. O estudo destacou que, embora os cartazes impressos ainda tenham uma boa retenção (sendo lembrado por 89% dos entrevistados), os meios digitais como telas, totens e projetores, vêm crescendo rapidamente e são o meio preferido por 70% dos consumidores entrevistados.

Assim, em uma era de conectividade e de transformação digital, em que o público está acostumado a uma experiência digital, é importante que os negócios atendam às expectativas do consumidor, não só disponibilizando novos canais de compra (e-commerce, m-commerce) e estabelecendo uma comunicação com seu público por redes sociais, mas também na loja física, com uma boa estratégia de experiência omni-channel.

Mas na hora de implementar a estratégia no seu mix de comunicação sempre surgem dúvidas, correto? Nesta publicação vamos romper alguns dos principais mitos ligados ao uso da Mídia Digital no ponto de venda. 

O preço dos equipamentos é alto.

Essa é uma das principais preocupações de quem quer iniciar um projeto de comunicação digital no ponto de venda. O custo dos equipamentos.

E é uma preocupação bem embasada. Se você quiser fazer um projeto de alto nível, com computadores de alto poder de processamento de vídeo e painéis de LED de última geração voltados para o uso em ambientes indoor, o custo do projeto será bem alto. E, embora o ROI do projeto pode ser igualmente alto, muitas vezes é difícil justificar um investimento tão alto se você ainda não conseguiu validar a estratégia para o seu negócio.

Porém, é possível testar se a estratégia vai funcionar executando o projeto com um custo mais baixo. Você pode usar monitores mais acessíveis e players de baixo custo, com qualidade e capacidade de reproduzir conteúdos com boa resolução. Esse setup vai ajudar a fazer os primeiros testes, validar sua estratégia e, por fim, conseguir o orçamento necessário para ampliar o projeto.

Necessito pagar caro por um designer para criar o conteúdo.

Outro fator importante para o sucesso de uma estratégia de comunicação digital no ponto de venda é a qualidade do conteúdo. E aqui surgem dúvidas quanto ao custo de se produzir conteúdo de qualidade.  É verdade que um conteúdo de alta qualidade tem um custo elevado, mas, assim como no caso dos equipamentos, é possível produzir com boa qualidade a um custo muito acessível.

Para produzir imagens interessantes você pode usar ferramentas de composição de imagens que já vêm com modelos pré-definidos, como o Canva e o Venngage. Pode ainda buscar fotos de bancos de imagens gratuitos.

Se você quiser produzir vídeos simples de animações é possível usar ferramentas como o PowerPoint e o Keynote. E, para vídeos mais elaborados, você pode contratar uma agência de publicidade ou mesmo um freelancer através de plataformas como o Workana e 99Freelas. É, sim, possível fazer um anúncio em vídeo com boa qualidade a preço baixo.

E se o que você quer é exibir informações dos seus produtos de forma automatizada, buscando as informações de bases de dados e sistemas de PDV (Ponto De Venda) e ERP (Enterprise Resource Planning), você pode usar o 4YouSee Designer, solução da 4YouSee própria para a criação de conteúdos dinâmicos com baixo custo, que conta com templates prontos para diversas aplicações.

Não sei como administrar os conteúdos, e deve ser caro.

De fato uma grande preocupação de quem trabalha com Digital Signage é o custo operacional que pode incorrer. A verdade é que há muitas plataformas que trazem uma sobrecarga de trabalho muito grande para operações simples de Digital Signage.

O 4YouSee, ao contrário, foi pensado para ser simples para quem opera um volume pequeno, ao mesmo tempo em que é poderoso para quem opera um grande volume de telas. Com isso, mesmo para quem quer começar, a curva de aprendizado é muito pequena. 

Isso significa que em poucos minutos você já saberá como colocar suas campanhas para exibir em suas telas. E o melhor: com recursos como agendamento de conteúdo e exibição alternada (carrosséis) é possível preparar toda a programação, replicar para várias telas e, posteriormente, apenas adicionar as novas campanhas com poucos cliques. O seu custo operacional passa a ser marginal, menor que o custo de atualizar suas redes sociais.

Essa estratégia não se aplica para o meu negócio.

Não importa muito se seu negócio é uma pequena loja ou uma rede com milhares de lojas espalhadas pelo mundo. Seu consumidor mudou a forma como se relaciona com as marcas, produtos e serviços que consome. E isso te inclui também. O que faz com que seja necessário se adaptar à nova realidade. A menos que não queira ver sua empresa crescer ou mesmo sobreviver, é claro.

Na 4YouSee, por exemplo, atendemos clientes de diversos portes e segmentos do varejo. Temos prestadores de serviços como troca de óleo usando o Digital Signage para informar e vender mais. Pequenos supermercados aumentando o ticket médio com telas posicionadas no checkout/caixa. Grandes redes de cinemas melhorando os resultados das bombonieres usando o digital signage para vender de forma estratégica. Redes de postos de gasolina com abrangência nacional aumentando a fidelidade de seus clientes com painéis de LED e menu boards nas lojas de conveniência.

Não queremos também dizer que só de colocar telas interativas em seu estabelecimento o negócio vai crescer como em um passe de mágica. A comunicação digital no ponto de venda é uma ferramenta dentro do seu conjunto de ferramentas para melhorar a comunicação com o consumidor e deve ser entendida como tal. Fato é que ela vai entregar uma cara nova ao seu negócio, melhorar a experiência dos seus clientes e, consequentemente, melhorar a imagem da sua marca. 

E isso se aplica a qualquer tipo de negócio, pois não há negócio que não precise melhorar a comunicação com seu cliente.

Digital Sigange numa loja de ferramentas
0 Compart. Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Compart. ×