Quem nunca passou em frente a um outdoor e foi impactado por uma comunicação visual forte e assertiva? Ou em um restaurante por um cardápio colorido, bem desenhado e com as informações dispostas de maneira intuitiva que facilitou o pedido?

Com o passar dos anos, a tecnologia foi evoluindo e atingindo a nossa vida em diversos setores, e com a comunicação visual não foi diferente.

Peças gráficas impressas em papel foram substituídas por telas de alta resolução. Os cardápios estáticos em papel foram substituídos por menu boards digitais interativos. Os murais de aviso das empresas deram lugar a displays LCD. Enfim, tudo está sendo digitalizado.

Esse tipo de comunicação moderna, utilizando telas para veicular conteúdos dinâmicos é chamado de “sinalização digital” (ou digital signage). Essa forma de comunicar vem ocupando cada vez mais o espaço das antigas mídias tradicionais.

Consiste na formação de uma rede de displays digitais, que são gerenciados de forma centralizada e coordenada, seja em sincronia ou não, exibindo informações segmentadas, com temas variados de interesse do público alvo, e operando como um canal de merchandising e propaganda.

Neste texto, vamos te explicar como ganhar dinheiro utilizando a sinalização digital.

Principais aplicações

A Sinalização Digital pode ser aplicada de várias maneiras diferentes:

Pontos de espera

Sabe quando você está esperando para ser atendido no banco, no hospital ou aguardando a hora de embarcar em algum vôo?  A sinalização digital presente nesses ambientes auxiliam na percepção do tempo de espera. Rodar conteúdos informativos e de entretenimento em uma tela faz com que os clientes possam esperar por mais tempo sem gerar mal humor.

Pontos de venda

Também chamado de “PDV”, é a “vitrine” onde qualquer comércio de varejo expõe o seu produto. É no ponto de vendas que o cliente tem contato com o produto e toma a sua decisão de compra. Por isso, uma boa comunicação visual com um conteúdo de qualidade é essencial para que o cliente entenda o valor do seu produto e opte por ele.

Pontos de trânsito

Em alguns momentos da vida, todos nós seremos atingidos por comunicação em pontos de trânsito. Quando precisamos ir de um andar para o outro e assistimos conteúdos transmitidos em telas dentro do elevador; quando utilizamos o transporte coletivo e somos impactados com conteúdos informativos acerca da cidade, do clima, etc. Enfim, qualquer ambiente com pessoas em circulação são pontos de trânsito. E nestes lugares, é importante a presença de telas para entreter as pessoas em um momento de ócio.

Sinalização Digital: evolução das mídias tradicionais

A sinalização digital se diferencia das mídias tradicionais pelo seu forte dinamismo, e por sua capacidade de prender a atenção do público, enquanto mescla informações e entretenimento com os anúncios e as mensagens de merchandising.

Além disso, através da sinalização digital, é possível segmentar o público, até mesmo aproveitando o mesmo espaço com informações para perfis de pessoas diferentes de acordo com o horário e o fluxo de deslocamento (trabalhadores em um horário, estudantes em outros, por exemplo).

Mas como é a operação de um serviço de sinalização digital?

A tecnologia atual faz com que essa seja uma atividade muito mais simples do que aparenta, bastando contar com as ferramentas corretas. É claro que fontes seguras e confiáveis com bons conteúdos são necessárias, mas desde a criação dos canais RSS, a sinalização digital se tornou um produto.

O dinamismo de informações fornecidas em telas consegue facilmente capturar a atenção dos usuários. Junto a essas informações dinâmicas, que podem inclusive contar com vídeos e pequenas vinhetas, vem a publicidade, que deve ser interessante e bem feita o suficiente para prender a atenção do usuário, e profunda o bastante pra passar a sua mensagem de forma clara e efetiva.

O uso de recursos como QR codes pode ser uma forma de permitir que o usuário capture rapidamente a informação que se deseja transmitir.

Atuação do Digital Signage

Existem hoje diversas formas de se atuar com digital signage. Até há pouco tempo, a forma mais comum era a própria empresa arcar com todo o sistema, arcando com todos os custos em troca de gerar resultados visando atender interesses próprios, normalmente corporativos ou relacionados ao negócio da empresa, como no caso de redes varejistas.

Outra possibilidade é o aluguel do sistema, onde a empresa que deseja utilizar o digital signage contrata os serviços de uma empresa fornecedora, que opera o sistema e cobra tipicamente por ponto utilizado.

Neste caso, o operador do sistema controla todo o conteúdo exibido ou apenas insere conteúdo de interesse próprio.

Uma das formas mais comuns de uso do digital signage na atualidade, entretanto, é a venda de espaço publicitário, onde ocorre o pagamento por inserção de anúncios. Muito comum em pontos de trânsito, permite que as empresas interessadas em se beneficiar da tecnologia contratem a inserção do anúncio diretamente do operador do sistema.

Essas formas de atuação permitem diversos modelos de negócios, com várias formas práticas de se ganhar dinheiro. De fato, o mercado de Digital Signage vem crescendo bastante e conta com uma boa expectativa para o futuro. De acordo com a Marketsandmarkets, até 2024, o mercado terá um crescimento de 7,3% por ano.

Com tantas possibilidades e oportunidades, a sinalização digital tornou-se uma oportunidade à espera de quem a explore. Para quem busca uma oportunidade de investimento, com um retorno rápido e seguro, o digital signage é certamente uma das melhores opções!