Com o fim de ano, é inevitável pensarmos em metas e estratégias para construir o planejamento ideal, para potencializar os recursos, oportunidades e promover o crescimento do seu negócio. E principalmente depois de passarmos por um ano atípico, que acelerou a digitalização de tantos processos e mudou os hábitos de todos drasticamente com o desafio da pandemia do Corona vírus.

Interpretar os sinais de mudança e informação dos maiores especialistas e relatórios das empresas líderes de mercado é indispensável para retomar com força total neste novo ano. Nós da 4YouSee, fizemos a curadoria das 5 tendências de maior destaque para 2021, inspire-se conosco e garanta o melhor posicionamento neste novo ano, confira! 

Agilidade 

Se já no início da teoria de administração de empresas se dizia sobre “adaptar-se ou morrer”, com a reviravolta global causada pelo vírus Covid-19 colocou à prova esta máxima. Além de trazer para a prática radical de metodologias ágeis, afinal, a situação que se impôs derrubou planejamentos e previsões de mercado sem a menor cerimônia. A incerteza e volatilidade do cenário geral trouxe a necessidade de tomar decisões e implementar soluções em velocidade recorde – o que pede a integração rápida de times, a burocratização mínima e a priorização de alinhamentos objetivos feitos entre os envolvidos. 

As já questionadas estruturas organizacionais tradicionais foram forçadas a se flexibilizar para continuar mantendo entregas e principalmente, reajustar seus objetivos e metas. O modo de trabalho de startups e empresas de tecnologia: com equipes reduzidas e diálogos horizontais foram o modelo para este ano, exigindo regimes de home office e outras adaptações em todos os outros setores. Aceleramos a intensidade da adoção das tecnologias em anos, chegando a um nível que ainda parecia um pouco distante nesta escala. Mais do que adaptar processos, os profissionais também precisaram se adaptar entre a gestão do tempo e ambiente de trabalho.

Interações ainda mais humanizadas

Com boa parte do mundo confinado na intimidade de suas residências, a necessidade de se proporcionar interações que amenizam a solidão destes meses foi uma das prioridades e grande desafio para empresas e indivíduos. Uma das soluções mais populares foram as videoconferências feitas pelo Zoom, eleito Aplicativo do Ano pela AppStore. O Zoom abrigou desde reuniões corporativas a workshops e mesmo, reuniões entre família e amigos. Interfaces simples e objetivas estão presentes neste e outras ferramentas favoritas deste ano.

Em termos de serviços, as premissas do Customer Success foram da mesma forma, adotadas por setores gerais, onde talvez a lógica dos atendimentos de SaaS ainda fossem distantes. A head de business marketing do Instagram, Grace Kao, discorre sobre a mentalidade de co-criação junto aos clientes que as ações de marketing devem colocar como diretriz em suas ações. Segundo Kao, a frequente ativação da audiência na construção dos produtos, resulta em maior engajamento e lealdade. A empatia e escuta ativa são outras tendências que se intensificaram e se antes eram desejáveis, agora são requisito para o desenvolvimento e consolidação da cultura de qualquer negócio. 

Telas como novas janelas para o mundo

As telas ficaram ainda maiores e mais versáteis, com novos tamanhos e formatos – destaque para os modelos com bordas curvas que prometem experiências ainda mais imersivas. Também estão com imagens cada vez melhores, com resolução e brilho ainda mais fiéis à realidade – se não, uma versão ainda mais rica das cenas captadas pelo olho humano. 

A interatividade vem customizar ações institucionais, reinventar call-to-actions e criar novos espaços de contato com o usuário final. As tecnologias OLED, LED, QLED, mLED, QD-LED trazem o que há de melhor em termos de cor e definição para as imagens.

Privacidade de dados

Como um desdobramento do aprofundamento das conexões com o consumidor sob a ótica da empatia, o cuidado com a privacidade do consumidor, é mais um novo ponto de atenção para não perdermos de vista. Com o endurecimento das leis europeias e americanas a respeito da proteção dos dados de usuários de serviços digitais, acompanhadas pela legislação brasileira: termos de uso, permissões e integrações com outros aplicativos devem ser revistos. Certifique-se de escolher fornecedores seguros, ser transparente e documentar todos os processos de veiculação de imagens nas suas operações. 

Gestão de recursos otimizada

Com amplos cortes de orçamento e uma economia em retração profunda, demissões em massa e planos de contingência foram uma realidade que atingiu todos os continentes e organizações de todos os tamanhos. Na área de digital signage, serviços de assinatura foram revistos e aqueles que de menor valor foram a escolha da maior parte das empresas. 

Além disso, buscou-se o reuso e a liberdade na hora de trabalharmos com hardware e estrutura. Um desdobramento deste otimizar recursos foi na produção de conteúdo – com esforços reduzidos, eles também passaram a ser criados de forma versátil, para múltiplos canais ao mesmo tempo. O Princípio de Pareto, que chama 80% dos resultados como frutos de 20% do investimento previsto nunca foi levado tão a sério, vale levar a mentalidade para o próximo ano!

E então, preparados para 2021? A resposta certa que 2020 nos ensinou é de que nunca podemos ter certeza daquilo que nos espera, mas que ainda sim, vale a pena se organizar e manter os olhos atentos às mudanças ao nosso redor.

Até breve, com mais conhecimentos e aprendizados do nosso para o seu negócio!