0 Compart. Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Compart. ×

Um dos aspectos fundamentais para se planejar uma estratégia de conteúdo é descobrir qual o volume de conteúdo será necessário para atender a necessidade da sua rede. Para isso você precisará analisar, no mínimo, algumas variáveis essenciais que discutimos a seguir.

 

Tamanho da Grade

O tamanho da sua grade nada mais é do que o tempo médio do seu loop mínimo. Um loop mínimo é uma sequência de conteúdos sem repetição dentro da sua programação. O loop mínimo tem que ser definido a partir da análise de qual é o tempo médio que uma pessoa fica em frente a uma tela da sua rede.

Esse tempo pode variar de ponto para ponto, mas é importante você conhecer bem essa métrica para ser o mais assertivo possível. Criar um loop muito pequeno fará com que as pessoas percam o interesse na sua programação, pois tudo parecerá muito repetitivo. Por outro lado, um loop muito grande também pode gerar problemas, pois as pessoas podem não receber todas as informações e anúncios que sua rede tem a oferecer, além do fato de você precisar de criar mais conteúdo do que o necessário.

 

Tipos de Conteúdos

Uma vez definido o tamanho do seu loop, a segunda decisão a ser tomada é em relação a proporção entre anúncios e conteúdos com objetivo de informar e divertir sua audiência.

Um erro comum cometido pelas redes é colocar muitos anúncios em seu loop. A motivação para cometer esse erro é acreditar que a rede vai ser tão mais rentável quanto mais anúncios forem exibidos. Embora isso seja verdade, se analisado isoladamente, encher sua grade de programação com anúncios pode fazer com que as pessoas percam o interesse pela sua programação. Se isso acontece, em pouco tempo as pessoas param de olhar para as telas, e portanto param de ver os anúncios, e aí não compram os produtos e serviços anunciados, e com isso as empresas param de anunciar em sua rede.

Uma forma simples de assimilar isso é pensar nos motivos pelos quais você compra um jornal ( ou acessa um site de notícias ) ou senta em frente a TV. Normalmente porque você tem interesse em se informar ou relaxar assistindo um filme, um programa de culinária ou uma partida de futebol do seu time favorito. Ou seja, o que faz você prestar atenção no jornal ou na TV, e ser impactado pelos anúncios que lá são veiculados, é o conteúdo informativo ou de entretenimento que lá está. Não é um hábito das pessoas ligar a TV para assistir os comerciais.

 

Frequência do Conteúdo

Esta informação é essencial para saber quanto tempo leva para seu conteúdo ficar desatualizado, e consequentemente, quanto tempo leva para seu público perder o interesse pelas suas telas. Aqui está um fator que pode variar muito.

Em algumas redes, o conteúdo pode se manter atual por semanas ou até meses. Exemplos são clínicas odontológicas, que costumam receber clientes em tratamento uma vez por mês ou duas vezes por ano para procedimentos de manutenção – limpezas e aplicações de fluor. Já em outros contextos, o conteúdo fica obsoleto em poucas horas. São os casos por exemplo de programações dentro de metrôs e ônibus. Se uma pessoa utiliza um desses meios de transporte para ir trabalhar pela manhã, à tarde é necessário ter coisa nova para prender a atenção.

 

Volume de Conteúdos

A partir do conhecimento das métricas citadas anteriormente, você será capaz de estimar o volume total de conteúdo a ser gerado para sua rede. Conhecer esse volume é importante para se planejar aspectos operacionais e de investimento na geração de conteúdo. Bom senso e equilíbrio são sempre bem vindos nessa hora.

Conteúdos autorais vão dar a seu projeto singularidade, diferenciação. Quais serão os programas vistos apenas em sua rede? No entanto, utilizar somente conteúdos próprios pode ser muito caro e o público pode sentir falta de notícias e informações em tempo real.

Por outro lado, exagerar no conteúdo de terceiros pode fazer sua audiência perder o interesse pelas suas telas. Não se esqueça de que, dependendo da situação, uma pessoa pode preferir ler as notícias no smartphone do que vê-las pelos seus monitores.

Joaquim Lopes Júnior (@joaquimlopes) é diretor executivo do 4YouSee, onde é responsável pelo roadmap de produto. Atua também apoiando o planejamento estratégico de marketing e vendas. Mestre em Ciência da Computação pela UFMG, tendo pesquisado sobre métodos ágeis para desenvolvimento e garantia de qualidade de produtos de tecnologia da informação.

Ebook

0 Compart. Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Compart. ×